quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Em depoimento a Moro, Lula fala sobre nomeações na Petrobras

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva depôs na tarde de hoje (30) ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações da Operação Lava Jato. Lula foi arrolado como testemunha de defesa de Eduardo Cunha na ação penal movida contra o ex-deputado e falou por meio de videoconferência na Justiça Federal em São Bernardo do Campo (SP). Cunha estava na audiência em Curitiba, ao lado de sua defesa, do representante do Ministério Público Federal e do juiz Moro.
Lula foi questionado, pela defesa de Cunha, sobre nomeações para cargos na Petrobras, como o caso do ex-diretor Nestor Cerveró. “A nomeação do Cerveró se deu da mesma forma que outros membros da direção da Petrobras, ou seja, a indicação é feita em uma conversa entre o ministro da área com um partido, com a bancada do partido que fez coalizão com o governo. Essa pessoa – se indicada pelo partido – vem através do ministro de Relações Institucionais para a Casa Civil, que manda para o GSI [Gabinete de Segurança Institucional]. Se não tiver nada contra essa pessoa, essa pessoa é indicada para o Conselho da Petrobras, que é quem nomeia na verdade o Cerveró e qualquer outro dirigente”, disse Lula.
A defesa de Cunha perguntou se o ex-senador Delcídio Amaral ou do ex-governador Zeca do PT pediram que Cerveró assumisse o cargo na Petrobras. “Não, a informação que eu tenho é de que a indicação era do PMDB”. “Vossa excelência sabe dizer qual foi a participação de José Carlos Bumlai na tentativa de manter Nestor Cerveró na diretoria internacional?”, questionou a defesa, que teve resposta negativa de Lula. O ex-presidente foi perguntado se tinha conhecimento de quem havia indicado Jorge Zelada para a Pretrobras. “Eu acredito que tenha sido o PMDB, da mesma forma que o Cerveró foi indicado”, disse.
“A pessoa só tem uma exigência que nós fazemos para indicar alguém: é que a pessoa seja tecnicamente competente, que a pessoa tenha conhecimento da atividade que vai fazer e todos eles que foram indicados são pessoas que tem competência e história dentro da Petrobras”, acrescentou Lula.
A defesa insistiu e perguntou se Lula tinha conhecimento da participação de Eduardo Cunha na nomeação de Jorge Zelada como diretor internacional da Petrobras. O ex-presidente negou. Questionado se houve na época alguma vinculação entre a escolha do Jorge Zelada como diretor e a aprovação da CPMF no Congresso, Lula respondeu que não. 
O Ministério Público Federal (MPF) questionou quais partidos tinham participação na indicação de cargos na Petrobras. Lula respondeu que eram os partidos integrantes da base do governo. O procurador insistiu se todos os partidos da base fizeram indicações ou se ficaram restritas a algumas legendas. Lula respondeu que alguns partidos indicaram, porque não existe cargo para todos.
" Eu já expliquei mais que uma vez que quando o partido compõe uma aliança política para governar todos os partidos, que compõem, podem reivindicar ministério, podem reivindicar cargo. E esses partidos então fazem parte do governo. É assim que era montado antes, durante e é assim que é montado agora", disse o ex-presidente. “Eu não sei agora de cabeça quais os partidos, mas eu sei que o PMDB indicou cargos na Petrobras. Eu sei que o PP indicou cargo na Petrobras. Eu sei que o PT indicou cargo na Petrobras. E tem outros cargos indicados na Petrobras que nem passam pela Casa Civil, nem passam pelo Conselho”.

Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil

Renan tenta votar pacote anticorrupção hoje, mas senadores rejeitam


O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), colocou em votação no plenário do Senado um requerimento de urgência urgentíssima para a votação ainda hoje (30) do projeto de lei que trata das medidas de combate à corrupção. Apesar dos protestos de grande parte do plenário, o presidente insistiu em colocar a matéria em votação, mas o requerimento foi rejeitado por 44 votos contrários e 14 favoráveis.
As medidas de combate à corrupção foram aprovadas esta madrugada na Câmara dos Deputados, há menos de 24 horas. O texto nem mesmo constava no sistema do Senado quando o presidente anunciou a intenção de colocá-lo em votação ainda hoje, com quebra de interstícios, ou seja, do intervalo entre as votações. O requerimento tinha sido apresentado por PMDB, PTC e PSD. Apesar da previsão de que dois senadores pudessem a falar em favor do pedido de urgência, nenhum parlamentar dos três partidos quis usar a palavra.
Indignados com a insistência, vários senadores acusaram o presidente de agir com abuso de autoridade. O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) dirigiu-se ao plenário para pedir que os colegas não aprovassem o requerimento de urgência. 
“Eu estou falando com meus pares. Com o senhor eu não argumento porque não adianta, o senhor está usando um abuso de autoridade no momento em que tenta pautar uma lei sobre abuso de autoridade”, disse o senador. 
O presidente do Senado, no entanto, disse, ao sair da sessão, que não foi ele que assinou o requerimento e que, uma vez que ele foi apresentado, tinha que ser posto em votação. “Eu acho que foi muito bom o plenário decidir que essa matéria não requer um tratamento de urgência, porque ela vai tramitar demoradamente na Comissão de Constituição e Justiça”.
Renan se queixou das “tentativas de interferir no Legislativo” e lembrou que hoje “um juiz de primeira instância quebrou o sigilo de uma jornalista tentando quebrar o sigilo da fonte” - fazendo referência ao caso da repórter Andressa Matais. 

Votos 

Votaram a favor do requerimento os senadores Pastor Valadares (PDT-RO), Roberto Requião (PMDB-PR), Valdir Raupp (PMDB-RO), Zezé Perrela (PTB-MG), Vicentinho Alves (PR-TO), Benedito de Lira (PP-AL), Ciro Nogueira (PP-PI), Fernando Coelho (PSB-PE), Fernando Collor (PTC-AL), Hélio José (PMDB-DF), Humberto Costa (PT-PE), Ivo Cassol (PP-RO), João Alberto Souza (PMDB-MA) e Lindbergh Farias (PT-RJ). A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) se absteve.
Dos 14 deputados que votaram a favor do requerimento, sete são investigados na Operação Lava Jato. São os senadores Benedito de Lira (PP - AL), Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), Fernando Collor (PTC-AL), Ciro Nogueira (PP-PI), Humberto Costa (PT-PE), Lindbergh Farias (PT-RJ), e Valdir Raupp (PMDB-RO). 

Pacote polêmico 

A proposta surgiu a partir de uma campanha feita pelo Ministério Público Federal intitulada Dez Medidas Contra a Corrupção. Na votação da Câmara, no entanto, foram retiradas seis das dez medidas sugeridas pelo MPF. A principal mudança feita pelos deputados ocorreu por meio de emenda do deputado Weverton Rocha (PDT-MA), aprovada por 313 votos a 132 e 5 abstenções. Ela prevê casos de responsabilização de juízes e de membros do Ministério Público por crimes de abuso de autoridade. Entre os motivos listados está a atuação com motivação político-partidária. 
Diante das alterações, procuradores da Operação Lava Jato ameaçaram deixar a força-tarefa caso as medidas do novo pacote entrassem em vigor. O procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, também fez duras críticas ao texto. Segundo ele, as alterações colocaram o país “em marcha a ré no combate à corrupção”. De acordo com o procurador, “as 10 Medidas contra a Corrupção não existem mais”.
A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, também divulgou uma nota em que lamentou a aprovação do projeto que torna crime o abuso de autoridade para juízes e procuradores.

Mariana Jungmann - Repórter da Agência Brasil

“Corrupção passará a valer a pena”, dizem juízes sobre pacote aprovado na Câmara

O presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), João Ricardo dos Santos Costa, disse hoje (30) que o pacote de medidas de combate à corrupção aprovado durante a madrugada na Câmara dos Deputados terá na verdade um efeito contrário, estimulando a corrupção no país.
“Da forma como [o pacote] foi aprovado é uma subjugação dos juízes, que combatem os crimes [e que] no lugar de autorizadores de investigações, passaram a ser investigados e punidos. Isso é algo que foge completamente a qualquer senso de controle”, disse Costa à Agência Brasil. “Com essas medidas que foram adotadas ontem, a corrupção passará a valer a pena no Brasil”, afirmou.
Durante a madrugada os deputados aprovaram, com diversas alterações, um pacote de dez medidas anticorrupção que havia sido proposto pelo Ministério Público. Entre as emendas aprovadas, está a que tipifica o crime de abuso de autoridade para juízes e procuradores. 
Os magistrados reagiram contra o texto, que consideram vago. Na redação aprovada, juízes e procuradores podem ter que responder pelo crime de abuso de autoridade se instaurarem contra investigados “procedimentos sem que existam indícios mínimos de prática de delito”. 
O presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Roberto Velloso, argumentou que a medida se trata na verdade de uma tentativa de os investigados usurparem as prerrogativas dos magistrados. Ele recordou que dezenas dos deputados que votaram a favor do crime de abuso de autoridade para juízes tiveram seus nomes envolvidos na Operação Lava Jato. 
“Os investigados não podem ter poder contra os juízes. O caso do crime de responsabilidade, que é um crime eminentemente político, coloca a classe política como julgadores desses casos. Um poder não pode ficar submetido a outro nessa questão”, disse Velloso à Agência Brasil. 

“Atentado à democracia” 

Os dois magistrados acusaram os deputados de oportunismo, por se aproveitaram de um momento de crise para aprovar medidas que consideram um “atentado à democracia”, nas palavras do presidente da AMB. “É um momento muito triste para o país, um momento de crise. Eles estão aproveitando isso para aprovar medidas contra o Judiciário”, disse Velloso, presidente da Ajufe. 
Durante a madrugada, a aprovação do crime de abuso de autoridade para juízes e procuradores foi defendida pelos deputados, com o argumento de que juízes e membros do Ministério Público se comportam como agentes políticos. O placar final da votação foi de 313 votos a favor, 132 contra e cinco abstenções.

Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil

Vinte corpos das vítimas do acidente aéreo da Chapecoense já foram identificados


O Itamaraty informou que 20 corpos das vítimas do acidente aéreo com a equipe da Chapecoense, ocorrido ontem (29) na Colômbia, já foram identificados até o início desta tarde (horário de Brasília). Uma equipe da Polícia Federal, acompanhada de integrantes do Itamaraty e dos Ministérios da Saúde e do Esporte, está em Medellín desde a madrugada para auxiliar no processo de identificação dos corpos das vítimas.
A confirmação da identidade das vítimas foi feita a partir dos dados biométricos levados pela Polícia Federal. O Itamaraty, entretanto, não divulgou a lista dos nomes já identificados. Os primeiros corpos poderão ser trazidos para o Brasil antes do término do trabalho de reconhecimento de todos os passegeiros. O transporte só deve ocorrer a partir de amanhã (1°) depois do embalsamento e da emissão das certidões de óbito. A expectativa da equipe é que todos cheguem ao Brasil até o fim da semana. Sobre os brasileiros que estão hospitalizados, o Itamaraty afirma que ainda não tem uma perspectiva de quando será possível trazê-los para o Brasil, já que situação de saúde ainda é considerada crítica.

Serviço

Para auxiliar nos trâmites burocráticos que envolvem o traslado dos corpos, a equipe brasileira instalou um núcleo de apoio aos familiares das vítimas no aeroporto Olaya Herrera, situado na área mais central de Medellín. Segundo o Itamaraty, o núcleo conta com a presença de médico, psicólogo, funcionários da prefeitura local, do Ministério de Relações Exteriores colombiano e agentes consulares da Embaixada do Brasil na Colômbia, que estarão à disposição 24 horas. 
Dois números de telefone foram disponibilizados para atender os familiares que não puderam ir à Colômbia. Os contatos são 00 57 4 3656180 ou 00 57 4 3656181. No Brasil, os familiares podem buscar informações ou esclarecimentos com o núcleo de assistência do Ministério das Relações Exteriores de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, pelos telefones +55 61 2030 8803 e +55 61 2030 8804, e pelo e-mail dac@itamaraty.gov.br. Nos demais horários, poderá ser contatado o telefone do plantão consular da Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras e de Assuntos Consulares e Jurídicos do Itamaraty: +55 61 98197-2284.

Débora Brito - Repórter da Agência Brasil

Procuradores ameaçam deixar Lava Jato se pacote anticorrupção entrar em vigor

Os procuradores da força-tarefa da Lava Jato ameaçaram hoje (30) deixar os trabalhos da operação se a proposta que prevê responsabilização de juízes e de membros do Ministério Público por crimes de abuso de autoridade entrar em vigor. 
A proposta, aprovada na madrugada de hoje (30) pelos deputados federais, integra o Projeto de Lei (PL) 4.850/16, que trata das medidas de combate à corrupção. “A proposta é renunciar coletivamente, se essa proposta vier a ser sancionada pelo presidente da República”, disse o procurador Carlos Lima em entrevista coletiva na tarde de hoje (30), em Curitiba. Para o grupo, o projeto aprovado pelos deputados é uma espécie de "Lei da Intimidação”, no lugar de medidas anticorrupção. 
“Os procuradores da força-tarefa da Lava Jato vêm a público manifestar repúdio ao ataque feito pela Câmara dos Deputados contra investigações e a independência de promotores, procuradores e juízes. A Câmara sinalizou o começo do fim da Lava Jato”, diz a nota divulgada pelo grupo. 
De acordo com a proposta aprovada pelos deputados federais, integrantes do Ministério Público poderão responder por crime de responsabilidade se instaurarem um procedimento “sem indícios mínimos da prática de algum delito” e manifestarem opinião em meios de comunicação sobre processos em andamento. A mesma regra valerá para magistrados. A pena é de reclusão de seis meses a dois anos e multa. Qualquer cidadão poderá representar contra magistrados. 
Essa proposta foi aprovada por meio de uma emenda do deputado Weverton Rocha (PDT-MA), que foi incluída, durante a votação, no relatório do deputado Onxy Lorenzoni (DEM-RS_. 
O projeto de lei teve iniciativa popular e foi entregue no Congresso Nacional com mais de 2 milhões de assinaturas de apoio e previa dez medidas apresentadas pelo Ministério Público. Na avaliação dos procuradores, da forma como foi aprovado pelos deputados, depois de diversas alterações, o projeto é uma ferramenta que protege a corrupção.
“Fica claro com a aprovação dessa lei que a continuidade de qualquer investigação sobre poderosos, parlamentares, políticos, empresários, cria um risco pessoal para os procuradores. Somos funcionários públicos, temos uma carreira e não estaremos mais protegidos pela lei. Se acusarmos, poderemos ser acusados”, ressaltou Lima. 
Segundo os procuradores, a ferramenta aprovada é uma medida para intimidar o Ministério Público e o Poder Judiciário, “sob o maligno disfarce de “crimes de abuso de autoridade””. Segundo a nota, o Congresso Nacional se aproveitou do luto nacional, causado pela queda do avião que levava a equipe da Chapecoense, para subverter o projeto inicial, apresentado pelo Ministério Público. “As 10 medidas foram rasgadas. Manteve-se a impunidade dos corruptos e poderosos, expressa no fato de que mais de 90% dos casos de corrupção que acontecem no Brasil não são punidos”, diz o documento. 
“Ao chegar ao plenário [da Câmara, o projeto], foi deformado. Rasgou-se o texto da medida anticorrupção e foi aprovado um texto a favor da corrupção”, disse Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba. 
A matéria ainda passará pela análise do Senado.

Janot e presidente do STF 

Mais cedo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, também criticou as mudanças feitas pelos deputados federais no texto original do projeto de lei. Segundo Janot, as alterações colocaram o país “em marcha a ré no combate à corrupção”. De acordo com o procurador, “as 10 Medidas contra a Corrupção não existem mais”. 
A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, divulgou uma nota em que lamentou a aprovação do projeto que torna crime o abuso de autoridade para juízes e procuradores. 
“A presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, ministra Cármen Lúcia, reafirma seu integral respeito ao princípio da separação dos poderes. Mas não pode deixar de lamentar que, em oportunidade de avanço legislativo para a defesa da ética pública, inclua-se, em proposta legislativa de iniciativa popular, texto que pode contrariar a independência do Poder Judiciário”, diz a nota.

Aline Leal - Repórter da Agência Brasil

Saiba o que mudou no pacote anticorrupção aprovado pela Câmara


A Câmara dos Deputados aprovou em plenário, na madrugada de hoje (30), o Projeto de Lei 4850/16, que prevê um pacote de medidas contra a corrupção, entre elas a tipificação do caixa dois como crime eleitoral, a criminalização do eleitor pela venda do voto e a transformação em crime hediondo do ato de corrupção que envolva valores superiores a 10 mil salários mínimos. 
A proposta surgiu a partir de uma campanha feita pelo Ministério Público Federal intitulada Dez Medidas Contra a Corrupção. Na votação, no entanto, foram retiradas seis das dez medidas sugeridas pelo MPF. Com as alterações, a ideia original do texto foi totalmente danificada, na avaliação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. "As 10 Medidas contra a corrupção não existem mais. O Ministério Público brasileiro não apoia o texto que restou, uma pálida sombra das propostas que nos aproximariam de boas práticas mundiais", criticou. Membros e órgãos do Judiciário também manifestaram-se contra o texto aprovado na Câmara. A matéria foi aprovada por 450 votos a 1 e será enviada ao Senado.

Medidas suprimidas

Os deputados rejeitaram o ponto que tornava crime o enriquecimento ilícito de funcionários públicos, a proposta que previa acordos de leniência entre empresas envolvidas em crimes, as mudanças em relação ao tempo de prescrição de penas e a criação do confisco alargado, que permitiria o recolhimento de patrimônio da pessoa condenada pela prática de crimes graves. Também foram suprimidas as medidas que previam estímulo à denúncia de crimes de corrupção, além da proposta de acordos entre defesa e acusação para simplificar processos e o ponto que previa a responsabilização dos partidos e a suspensão do registro da legenda em caso de crimes graves.

Entenda quais são as medidas que constam no texto final 

Juízes e promotores 

A principal mudança feita pelos deputados ocorreu por meio de emenda do deputado Weverton Rocha (PDT-MA), aprovada por 313 votos a 132 e 5 abstenções. Ela prevê casos de responsabilização de juízes e de membros do Ministério Público por crimes de abuso de autoridade. Entre os motivos listados está a atuação com motivação político-partidária. 

Divulgação de opinião 

No caso dos magistrados, também constituirão crimes de responsabilidade proferir julgamento quando, por lei, deva se considerar impedido; e expressar por meios de comunicação opinião sobre processo em julgamento. A pena será de reclusão de seis meses a dois anos e multa. 
Qualquer cidadão poderá representar contra magistrado perante o tribunal ao qual está subordinado. Se o Ministério Público não apresentar a ação pública no prazo legal, o lesado pelo ato poderá oferecer queixa subsidiária, assim como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e organizações da sociedade civil constituídas há mais de um ano para defender os direitos humanos ou liberdades civis. 

Venda de votos 

O eleitor que negociar seu voto ou propuser a negociação com candidato ou seu representante em troca de dinheiro ou qualquer outra vantagem estará sujeito a pena de reclusão de 1 a 4 anos e multa.

Crime hediondo

Vários crimes serão enquadrados como hediondos se a vantagem do criminoso ou o prejuízo para a administração pública for igual ou superior a 10 mil salários mínimos vigentes à época do fato. Incluem-se nesse caso o peculato, a inserção de dados falsos em sistemas de informações, a concussão, o excesso de exação qualificado pelo desvio, a corrupção passiva, a corrupção ativa e a corrupção ativa em transação comercial internacional. 

*com informações da Agência Câmara
Ana Elisa Santana - Agência Brasil

Univasf realiza 4ª Semana Universitária de Artes entre os dias 5 e 9 de dezembro


Oficinas, minicursos, palestras, performances, intervenções artísticas. Essas e outras atividades fazem parte da programação da 4ª edição da Semana Universitária de Artes (SUA) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), que será realizada entre os dias 5 e 9 de dezembro, no Campus Juazeiro (BA). Com o tema “Arte e Política”, o evento tem o objetivo de propor reflexões sobre a atual conjuntura política, através da arte. A SUA é organizada pelos estudantes do Diretório Acadêmico do curso de Artes Visuais da Universidade. As inscrições são gratuitas e abertas a toda a comunidade.
No primeiro dia do evento, a partir das 19h, terá início o “Salão de Artes”, onde haverá exposição, performances e intervenções artísticas que dialogam com o tema. Ainda será realizada a apresentação do espetáculo “Batuques” da Companhia de dança Balançarte. Durante todo o evento, serão realizadas 12 oficinas, entre elas: de fanzine, vídeo, desenho, fotografia, aquarela, movimento e consciência corporal. Também serão ofertados os minicursos “Criação artística na educação infantil” e “A poética do desenho: Pelas ruas e calçadas da cidade”.
No total, serão ministradas cinco palestras sobre assuntos diversificados: “Educação pública brasileira conquistas em risco”, “Arte Afro-brasileira Contemporânea”, “Arte, espaço e sociedade - ocupação, ativação e troca de saberes”, “Arquitetura Sustentável” e “Diversidade sexual e Gênero”. A SUA também contará com a FeirArtes, onde os participantes poderão expor e vender seus trabalhos artísticos. Para encerrar o evento, será realizada a Virada Cultural. A programação completa com todas as atividades está disponível no arquivo abaixo.
Para participar, os interessados devem preencher formulário online de cada atividade: Salão de ArtesFeirArteoficinas e minicursos. As inscrições para o Salão de Artes e a FeirArte se encerram no dia 3 de dezembro, e para as oficinas e minicursos, no dia 4 de dezembro. Para a programação geral não é necessário inscrição. Mais informações estão disponíveis na página do evento no Facebook.
De acordo com a estudante do curso de Artes Visuais e uma das organizadoras do evento, Yane Andrade, a SUA é uma grande oportunidade para os artistas e para a comunidade em geral. “A programação está diversificada e com temas bem amplos para trazer toda a comunidade para discutir e participar. É também um momento para divulgar o trabalho artístico local, o que produzimos na Universidade e a importância do curso”, destaca.

Programação SUA 2016

Karen Lima
Ascom Univasf

Acusado de matar turista argentino é preso em Valença


José Henrique Pereira Pinto, acusado de matar o argentino Marcelo Gabriel Rey, 36 anos, foi preso no final da tarde desta terça-feira (29), no município de Valença. Policiais da 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Valença), cumpriram o mandado de prisão preventiva contra Marcelo, solicitado pela delegada titular da Delegacia Territorial de Cairu, Argimária Freitas de Sousa Soares, responsável pelas investigações. 
O crime ocorreu no dia 1º de novembro, em um bar localizado na Segunda Praia de Morro. De acordo com testemunhas, José e Marcelo bebiam juntos e, após um desentendimento, deram início a briga que terminou com a morte do argentino. Marcelo, que já tinha passagem na polícia por conta de uma briga, em Arraial D'Ajuda em 2011, fugiu do local após o crime. Custodiado na 5ª Coorpin/Valença, ele será ouvido amanhã pela titular de Cairu e responderá por lesão corporal seguida de morte. 

Ascom PC- BA

Veja como fugir das fraudes mais comuns na rede

Nada melhor do que atualizar os dados bancários no aconchego do lar, não é? Basta uma ligação do banco e problema resolvido. É contando com essa expectativa que bandidos se passam por representantes de instituições bancárias para coletar dados pessoais de inúmeras vítimas e assim realizar diversos tipos de fraude. Em boa parte dos casos, a própria vítima fornece as informações, sem sequer imaginar que está colaborando com o criminoso. 
“As pessoas precisam saber que nenhuma instituição financeira faz atualização ou complementação de dados por telefone ou por meio eletrônico”, afirma o coordenador do Grupo de Repressão aos Crimes por Meios Eletrônicos (GME), delegado João Cavadas. Ele lembra ainda a importância de evitar repassar dados pessoais por telefone para desconhecidos e ter cuidado com cópias de documentos.
De acordo com o delegado, com dados pessoais, como nome completo, RG, CPF e data de nascimento, é possível fazer contratação de serviços sem a necessidade de apresentação de documentos originais, o que facilita a ação dos bandidos. Por isso, ele orienta bastante cautela na divulgação dessas informações, principalmente nas redes sociais. “Quanto mais conhecimento uma pessoa má intencionada tem ao seu dispor, maior será a facilidade desta se passar pela vítima”, explica.
A promessa de dinheiro fácil também costuma atrair boa parte das vítimas, diz o especialista. Promoções mirabolantes e e-mails com destinatários desconhecidos também devem ser ignorados. Para Cavadas, as fraudes cometidas atualmente são as mesmas aplicadas há anos, mudando apenas a plataforma utilizada. 
“São crimes aplicados, na maioria das vezes, aproveitando-se da cobiça das pessoas em ser beneficiadas com dinheiro, produtos, serviços ou, até mesmo, comodidade”, continua, citando o famoso 'conto do paco', como ficou conhecida a ação de bandidos que oferecem 'recompensas' em troca de uma ação simulada por eles, resultando no furto da vítima. Outro golpe comum hoje realizado com a ajuda de meios digitais é a venda de produtos a preços muito abaixo do mercado, quando, na verdade, eles nem existem.

Ascom SSP- BA

Dezoito pessoas já foram ouvidas sobre tragédia em Camaçari


Dezoito pessoas prestaram depoimento na 18ª Delegacia Territorial (Camaçari) para contar detalhes que auxiliem a polícia na investigação sobre a tragédia da farmácia 'Pague Menos' de Camaçari e que resultou na morte de 10 pessoas e deixou 13 feridos. Cinco funcionários e dois clientes, o superintendente de Relações Institucionais da drogaria, Geraldo Gadelha, e o coordenador da Defesa Civil de Camaçari, Maurício Bonfim, estão entre os que foram ouvidos.
Para a titular da 18ª DT, delegada Thaís Siqueira, o representante da farmácia afirmou que a empresa se responsabilizou imediatamente por todos os custos com atendimento médico, despesas de sepultamento e translados. Gadelha disse também que foi providenciada assistência psicológica e esclareceu que estava ocorrendo um reparo e não reforma, além de se comprometer a apresentar todas a documentação necessária sobre o contrato com as empresas, alvarás de funcionamento e vigilância sanitária.
“Estamos diante de um caso complexo. Uma semana após esta tragédia já conseguimos ouvir 18 pessoas, entre elas alguns parentes das vítimas fatais e das que estão feridas. O próximo passo é pegar os depoimentos dos representantes e operários da empresa responsável pelo reparos que feitos na farmácia”, contou a delegada. Informou ainda que o Departamento de Polícia Técnica (DPT) não concluiu a perícia no local e que alguns laudos estão sendo confeccionados.

Ascom SSP- BA

Adagro apreende quase uma tonelada de produtos


Em uma ação conjunta de combate a clandestinidade de produtos de origem animal, fiscais da Adagro, da Vigilância Sanitária do Recife em parceria com a Delegacia do Consumidor, a Policia Militar e o Ministério Público apreenderam na manhã de hoje (30), quase uma tonelada de produtos irregulares que estavam sendo comercializados no Mercado Público de Afogados, zona oeste da cidade do Recife. 
A ação durou cerca de três horas e não teve resistência dos comerciantes, o que facilitou a autuação dos fiscais. Foram apreendidos mais de 30Kg de manteiga de garrafa, mais de 41kg de manteiga comum, 31kg de linguiça calabresa, cerca de 10Kg de Linguiça mista, 2.200Kg de linguiça defumada, 7.300Kg de paio, 6.500Kg de bacon, mais de 680kg queijo coalho (tipo B), 26.890Kg salsicha popular e 53.051Kg de queijo manteiga. Totalizando 892.409 kg de produtos que estavam sendo comercializados clandestinamente.
“Boa parte dos produtos apreendidos não tinham registro, ou seja, não havia nenhum tipo de procedência, alguns nem embalagem tinham, outros estavam com o registro cancelado há bastante tempo”, explicou o Chefe da Unidade Estadual de Inspeção Animal, André Sérgio. Todos os produtos apreendidos foram destruídos.

Ascom Adagro

STJ nega novo recurso de Lula sobre investigação de tríplex no Guarujá

O ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou hoje (30) mais um pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender as investigações sobre um apartamento tríplex, no Guarujá (litoral de São Paulo), que envolvem o seu cliente.
A defesa de Lula buscava rever uma decisão anterior do próprio Dantas, proferida no fim de outubro, quando o magistrado confirmou o desmembramento promovido pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, que devolveu parte das investigações sobre o tríplex para a Justiça de São Paulo, estado de origem do inquérito. 
Na decisão de outubro, confirmada nesta quarta-feira, Dantas negou irregularidades alegadas pela defesa. "Tendo havido anuência, e não choque de entendimentos entre os julgadores em questão sobre o que caberia a cada um deles julgar, não há como falar em conflito de competência”, escreveu o magistrado. 
Em agosto, Lula e sua esposa, Marisa Letícia, foram indiciados pela Polícia Federal por terem sido "beneficiários de vantagens ilícitas" na reforma do triplex e na guarda de bens do ex-presidente em um guarda-volumes.

Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil

Velório coletivo de vítimas do acidente aéreo será na Arena Condá, em Chapecó


A Prefeitura Municipal de Chapecó confirmou hoje (30) que o velório das vítimas do acidente aéreo na Colômbia será realizado na Arena Condá, estádio da Chapecoense. O dia e o horário da cerimônia ainda não está definido, já que depende da liberação dos corpos e do transporte ao Brasil. A chegada dos corpos no município do oeste catarinense está prevista para sexta-feira (2). 
Hoje à tarde, autoridades estiveram no estádio da Chapecoense para avaliar o espaço físico e planejar o velório coletivo. A cerimônia deverá reunir dezenas de milhares de pessoas que irão se despedir das vítimas, especialmente dos integrantes da delegação do clube alviverde.
À noite, no horário em que estava prevista a partida entre Chapecoense e Atlético Nacional de Medellín, pela final da Copa Sulamericana, haverá uma intensificação da vigília no estádio. O clube espera que os torcedores ocupem as arquibancadas da Arena Condá para homenagear jogadores, dirigentes e comissão técnica que morreram após o acidente aéreo.
Uma homenagem semelhante, organizada pela torcida do time colombiano, também está prevista para acontecer no estádio onde aconteceria o jogo, em Medellín.

Vigília e homenagens 

Desde a manhã de ontem, quando as primeiras informações sobre a tragédia começaram a circular, a Arena Condá se transformou no ponto de reunião de torcedores, funcionários, jogadores e parentes das vítimas. Algumas pessoas armaram barracas e passaram a noite no estádio. O acesso principal para as arquibancadas ganhou uma espécie de memorial improvisado, onde foram colocados cartazes, fotos e flores para a equipe que morreu no acidente. 
A auxiliar de cozinha Eliana de Toni levou as duas filhas para acompanhar a vigília no estádio. Após prestar homenagens no memorial improvisado, ela ressaltou que toda a equipe da Chapecoense tinha uma relação muito próxima com a cidade. “Eles eram pessoas muito simples, muito humildes. A gente encontrava em padarias, mercados, barzinhos, restaurantes. Eles vinham e conversavam, tiravam fotos. Nunca deixaram esse sucesso subir à cabeça”, lembrou a torcedora. 
O lateral Cláudio Winck não havia sido escalado para a partida na Colômbia e, por isso, não estava no avião. Hoje de manhã, ele caminhou no gramado do estádio e conversou com amigos e torcedores. “A gente está sempre viajando, uma vez por semana tem voo de avião. Havia a expectativa de que a equipe voltasse para casa com um bom resultado na final, e acontece uma fatalidade dessas. Agora não tem como pensar em futebol, o momento é de mobilização para ajudar os familiares das vítimas”, afirmou o atleta.
Alguns torcedores que foram até a Arena Condá procuraram um local mais isolado nas arquibancadas para realizar vigília. A auxiliar de enfermagem Gleica Cristine Klaus chegou ao estádio com uma camisa autografada por jogadores, um manto do clube catarinense e um terço para oferecer orações às vítimas. “A gente estava vivendo o melhor momento da história da Chapecoense. Agora tem esse período de luto que vai demorar pra passar; mas em consideração aos nossos eternos guerreiros, a gente não pode deixar esse sonho acabar. Precisamos nos unir e reerguer esse time”, ressaltou.

Daniel Isaia - Enviado especial
Agência Brasil

SEDUC realiza a última reunião do ano com os gestores escolares de Juazeiro


A Superintendência de Gestão da Secretaria de Educação e Esportes (SEDUC) realizou nesta segunda e terça-feira (28 e 29), a última reunião administrativa do ano letivo, com os gestores e vice gestores escolares da sede e do interior da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro, no auditório da secretaria. 
Durante as reuniões, a Orquestra 'Som do Coração', dos alunos da Escola de Tempo Integral, Professora Iracema Pereira da Paixão, realizou duas apresentações, juntamente com a presença do Papai Noel, levando uma mensagem natalina, de agradecimento e confraternização para os gestores da rede.
“Essa foi a 6ª e última reunião do ano, um momento importante onde fizemos uma auto avaliação das atividades desenvolvidas nas escolas em 2016, e também de agradecimento e reconhecimento pelo trabalho de cada gestor, junto aos alunos, professores e pais, que merece aplausos”, ressaltou a diretora da SEDUC, Sônia Passos. A diretora também passou recomendações para finalizar o ano, e sobre as matrículas de 2017, que começam a partir do dia 22 de dezembro.
A gestora da Escola de Tempo Integral, Ieane Imoto parabenizou a equipe da professora Sônia sempre empenhada, fazendo o melhor pelos gestores e colaboradores. “Fomos recebidos com muito carinho, com a presença do Papai Noel, com mensagem de Natal, tudo foi muito emocionante. O mais importante é que concluímos o ano letivo com uma auto avaliação tendo a oportunidade de repensar as nossas práticas diárias, para que possamos ajustar os erros e melhorar ainda mais em 2017”, disse a gestora, que ficou toda orgulhosa com a apresentação dos seus alunos da Orquestra ‘Som do Coração’.
“Todos ficam emocionados com a orquestra. O trabalho que o professor de música Joelson vem desenvolvendo, com 20 alunos da nossa escola, merece aplausos. A dedicação deles impressiona, ninguém falta as aulas de música, e o benefício maior deste trabalho é para as crianças, que estão aprendendo com a arte a serem cada dia melhor”, finalizou Ileane. 

Ascom SEDUC

Secretaria de Saúde de Juazeiro organiza ações no Dia Mundial de Luta Contra Aids


A Secretaria de Saúde de Juazeiro promove nesta quinta-feira, 1º de dezembro no Calçadão próximo ao Paço Municipal, diversas atividades para lembrar o Dia Mundial de Luta Contra Aids. Durante as atividades serão oferecidos materiais educativos e preservativos, orientação e medidas de prevenção da doença, além de teste rápido para HIV, sífilis, HTLV e hepatites virais.
De acordo com a Superintendente de Humanização, Tatiane Malta, o objetivo da campanha é conscientizar a população sobre os riscos da doença, e tem a importância do diagnóstico precoce para o desenvolvimento do tratamento e para a saúde coletiva. “Nossa rede de saúde oferece todo tratamento para pessoas portadoras de AIDS, IST E HIV. É de extrema importância esse trabalho de prevenção, para que não aumente casos da doença em Juazeiro. Estaremos organizando diversas atividades durante do ‘Dezembro Vermelho’”, explicou Malta. O teste do HIV é realizado na rede SUS do município e é um exame para se confirmar se o indivíduo é portador do vírus HIV, que é o causador da Aids.
O exame do HIV é indicado para indivíduos que tenham tido algum comportamento de risco, como ter relações sem preservativo ou que tenha utilizado drogas injetáveis. O teste é também realizado durante a gravidez para saber se a mãe é portadora do vírus e, assim, diminuir o risco de contaminação do bebê.
O Dia Mundial de Luta Contra a AIDS é celebrado no dia 1º de dezembro por uma decisão da Assembleia da Organização Mundial de Saúde, realizada em outubro de 1987, com apoio da ONU.

Juazeiro dispõe do serviço em tratamento da IST/AIDS 

Em Juazeiro, desde 2007 já foram confirmados pela Secretaria de Saúde cerca de 600 casos. O Centro de Informações de Infecção Sexualmente Transmissivel- IST, HIV e AIDS de Juazeiro presta atendimentos especializados, testagem de sorologia (HIV, sífilis e hepatites virais) e acolhimento aos usuários de Juazeiro e de municípios da Macrorregião Norte da Bahia. Além disso, realiza consultas e atendimentos pela equipe multiprofissional do Núcleo, formada por médico, dentista, farmacêutico, psicóloga, enfermeira, assistente social e auxiliar de enfermagem.  
O Núcleo funciona das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, mas para o público atende até a quinta com serviços como distribuição gratuita de medicamentos, preservativos, além da realização de exames de sorologia para HIV, Sífilis e Hepatite. Na Sexta, tem expediente interno. O CIDHA fica localizado na Rua 07, nº 279, bairro Maringá, onde funcionava o antigo posto de saúde. 

Daniela Duarte/SESAU

76ª CIPM realiza prisão por tráfico de drogas

Nesta segunda-feira, dia 28, por volta das 16h30, a guarnição de viatura PETO 76 juntamente com a guarnição de viatura 7601 e o motociclismo da Unidade, se deslocaram, após denúncia de suposta prática de tráfico de drogas, à Avenida da Paz, Bairro Codevasf, onde em frente à Residência de nº 393, se depararam com uma pessoa em atitude suspeita. Na abordagem, verificou-se tratar da pessoa de José Carlos da Silva, 44 anos, sendo encontrado em sua posse 20 (vinte) pedras de crack, 01 um) cachimbo, 01 (um) cartucho calibre .38 e a quantia de R$ 160,00 (cento e sessenta reais) em espécie. Indagado sobre o que ali fazia, disse que morava naquela residência, onde foram realizadas buscas nas proximidades, precisamente em uma construção vizinha, de propriedade do mesmo, onde foram encontradas mais duas pedras de crack maiores, as quais seriam quebradas e fracionadas para comercialização. Diante do fato, foi conduzido e apresentado juntamente com o material apreendido à Delegacia de Polícia Civil desta Cidade, para os procedimentos legais. 

Ascom 76 CIPM

Contra reestruturação do Banco do Brasil, Sindicato dos Bancários realiza protesto em Juazeiro


A Direção do Sindicato dos Bancários de Juazeiro realizou na manhã desta terça-feira (29), um protesto contra a reestruturação do Banco do Brasil (BB) em defesa dos funcionários que serão atingidos pelo pacote de medidas apresentadas pelo Banco. A ação ocorreu em frente à agência do Centro de Juazeiro.
O Banco do Brasil anunciou no último dia 21 de novembro em coletiva a imprensa, um plano de reestruturação da instituição que reduzirá o número de agências e oferecerá um plano de aposentadoria incentivada para até 18 mil funcionários. O conselho de Administração do Banco do Brasil informou que 379 agências serão transformadas em postos de atendimento e 402 serão desativadas. 
Em Juazeiro, será fechada a Agência do Banco do Brasil no Shopping Água Center que passa a se transformar em posto de atendimento. Nesse sentido, o Sindicato dos Bancários de Juazeiro é contra a reestruturação do Banco do Brasil. "Somos contra toda e qualquer medida que atinja o trabalhador bancário. A direção do BB precisa debater essa reestruturação o movimento sindical. Não podemos aceitar o desmonte do Banco e os diversos prejuízos que o trabalhador vai sofrer com essa mudança. É um absurdo, milhares de bancários estão preocupados para onde irão", disse o presidente do sindicato, Maribaldes da Silva. 
O governo Michel Temer (PMDB) ainda pretende promover alterações na Caixa Econômica Federal. De acordo com a assessoria do banco público, existe um estudo sobre como começar um plano de demissão voluntária (PDV), que pode levar ao corte de cerca de 10 mil empregados, resultando também em fechamento de agências. 

Ascom SEEB-Juazeiro

Fernando Bezerra quer que recursos para transposição e revitalização do São Francisco sejam prioridade


Brasília, 30/11/16 – O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) defendeu, na manhã desta quarta-feira (30), a ampliação e priorização de recursos para as obras dos programas de Transposição/Integração e Revitalização do São Francisco. “É preciso que os investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), por exemplo, priorizem estas obras para que elas possam ser agilizadas”, destacou Fernando Bezerra, durante audiência pública na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado, que discutiu o andamento das obras de interligação das águas do Rio São Francisco nos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. 
No debate, o senador afirmou que os parlamentares – principalmente, os nordestinos – precisam estar em “alerta, vigilância e pressão por mais investimentos” para que a região consiga atravessar o quinto ano consecutivo de seca. “Acelerar as obras de transposição e revitalização do São Francisco é medida fundamental para se evitar o colapso hídrico em diferentes áreas do Nordeste”, acrescentou Bezerra Coelho, ao reconhecer o empenho do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, um dos convidados à audiência pública de hoje. 
“Por recomendação do presidente Michel Temer, o ministro abraçou estes projetos e demonstra envolvimento pessoal para o andamento das obras”, observou o senador, durante o debate, que também contou com a participação do governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria; do secretário de Infraestrutura da Paraíba, José Azevedo Lins Filho; e do secretário de Recursos Hídricos e Energéticos de Pernambuco, José Almir Cirilo. 
De acordo com Helder Barbalho, os principais “eixos alimentadores” da transposição do rio serão concluídos até o final do próximo ano. “As obras de integração do São Francisco não estão paralisadas”, garantiu o ministro da Integração, ao anunciar a liberação de R$ 44 milhões para ações direcionadas ao abastecimento hídrico de cidades como Fortaleza (CE).

REVITALIZAÇÃO – Além de observar que as obras dos eixos e canais complementares da transposição “também não podem parar”, o senador Fernando Bezerra Coelho ressaltou a necessidade de os governos federal e estaduais priorizarem as ações de revitalização do São Francisco. “A transposição significa pegar água de onde tem e levar para onde não tem. O problema é que está ficando difícil ter água onde sempre teve”, alertou o parlamentar, ao defender medidas “mais contundentes” de proteção das nascentes e recuperação das matas ciliares do rio, além da construção de novas barragens para a ampliação do armazenamento de água.
MOBILIZAÇÃO – A audiência pública de hoje, na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado, deu continuidade ao esforço de senadores nordestinos em busca de soluções para o enfrentamento de uma das secas mais severas da história pela qual o Nordeste deverá passar, nos próximos meses. Ontem (29), Fernando Bezerra e mais 15 senadores nordestinos reuniram-se com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto, para solicitar a garantia de recursos destinados a obras estruturantes e voltadas a ampliar a produção de água na região. Entre elas, os programas de transposição e de revitalização do Rio São Francisco. 
Durante a reunião com Temer – da qual também participaram os ministros da Integração Nacional, Helder Barbalho, e das Cidades, Bruno Araújo – o presidente afirmou que o governo está atento ao problema da seca, que as obras estruturantes contarão com recursos federais e que os ministérios da Fazenda e de Minas e Energia já estão levantando as possibilidades financeiras para que seja dada celeridade às ações de Revitalização da Bacia do Rio São Francisco. Segundo garantiu Barbalho, mais R$ 7 bilhões serão destinados ao programa, no decorrer dos próximos dez anos.

Ascom Fernando FBC

Artigo - O mundo e Trump


 Janguiê Diniz – Mestre e Doutor em Direito – Reitor da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau – Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional  

Surpresa e apreensão. Essas são as duas palavras mais ouvidas quando o tema é o resultado das eleições americanas para presidente. Donald Trump venceu, não por número de votos, mas por número de delegados dos colegiados e provocou uma reação negativa por todo o mundo – bolsas de valores em baixa e o receio mundial que as promessas de campanha de Trump sejam cumpridas. 
O tom do discurso da vitória de Donald Trump já não foi tão duro quanto suas propostas de campanha. Entretanto, ao assumir a Casa Branca em 2017, o presidente eleito pode reverter algumas das principais realizações de Barack Obama. Entre elas estão o fechamento do acordo nuclear com o Irã e a ampliação da política externa e do comércio internacional. 
Para entendermos melhor o que pode acontecer nos próximos anos: o muro ao longo da fronteira entre EUA e México pode ser utópico de construir e os milhões de imigrantes sem documentos nos EUA podem não ser deportados imediatamente. Porém, os EUA têm o papel de promover maior integração comercial mundial e essa relação pode ser abalada com parceiros comerciais como a China através da imposição de tarifas punitivas de 45% sobre as mercadorias. 
Outro ponto preocupante é que, em um de seus discursos, Donald Trump disse que o acordo entre Estados Unidos e Irã, para impedir que a república islâmica possua armas nucleares, seria, no mínimo, reestruturado. Trump já declarou que estava aberto a que o Japão e a Coreia do Sul desenvolvam arsenais nucleares visando conter a agressão da Coreia do Norte e reduzir os encargos dos EUA quanto à defesa dos dois países. Vale ressaltar que o EUA é, hoje, o maior detentor de armas nucleares no mundo. 
O presidente eleito também é contra outros acordos internacionais que para ele são nocivos para os EUA. Citamos como exemplo a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), cujo tratado considera obsoleto e dispendioso, pois visa defender países cujos seus partidários “nunca ouviram falar”. O mesmo acontece com o acordo de Paris, que reza sobre programas e planos de combate ao aquecimento global. O povo americano também poderá sofrer com a política exibicionista de Trump. O presidente eleito já aderiu à promessa republicana de que as reformas da saúde lançadas pelo democrata Obama, o ObamaCare, devem ser desfeitas e substituídas. 
Há três razões para o mundo estar receoso quando ao novo presidente americano: o temperamento errático de Trump; suas constantes mudanças de opinião com relação à política do Oriente Médio; e o mais importante, seus instintos isolacionistas. A vitória de Trump gerou alarme, choque e pavor. Trump se referiu ao presidente russo Vladimir Putin com admiração, e disse que a votação britânica de junho de 2016 pela saída da União Europeia foi “algo admirável”.
Infelizmente, resta ao mundo aguardar o que acontecerá nos próximos anos. Aguardar e torcer para que o senso e a tolerância estejam presentes no mandato do novo presidente americano.

Por Gabriela Campêlo

Movimento Sindical Rural de Pernambuco define representante para eleições 2018

Os/as mais de 600 delegados/as sindicais presentes na Plenária de Avaliação da Gestão 2014-2016 da Fetape, no Centro Social Euclides Nascimento, em Carpina, aprovaram, por unanimidade, na manhã de ontem (29/11), o nome do presidente da Federação, Doriel Barros, como candidato do Movimento Sindical dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (MSTTR) a deputado estadual, em 2018. Com essa decisão, o MSTTR visa retomar o assento na Assembleia Legislativa, que foi ocupado pelo agricultor familiar Manoel Santos, falecido em 2015. 
O nome do presidente da Fetape foi apresentado à Plenária pela Diretoria da Federação, que analisou ser de fundamental importância que o Movimento pudesse tomar essa decisão ainda este ano, para que os Sindicatos possam fortalecer esse projeto de afirmação política junto às suas bases, a começar de agora. Contag e CUT também ratificaram a indicação e se comprometeram a contribuir para a ampliação da base eleitoral do futuro candidato. Ainda antes da deliberação, lideranças de todas as regiões do estado defenderam a proposição, especialmente por se tratar de uma estratégia de fortalecimento do Projeto Alternativo de Sociedade. 
Em agradecimento, Doriel Barros lembrou da importância do deputado Manoel Santos na trajetória do Movimento Sindical. “Manoel morreu deputado estadual. Deus quis que fosse assim, mas sua memória continuará presente na mente de todos nós, principalmente, nessa caminhada em busca de recuperar a cadeira na Assembleia Legislativa, que foi ocupada por ele, com muita sabedoria”, falou. Ele também se comprometeu em conversar com os/as dirigentes dos 179 Sindicatos dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais filiados à Fetape. “Precisamos fortalecer a união do Movimento Sindical Rural em torno desse projeto". 
Também foi discutido pelos participantes, o prejuízo de a classe trabalhadora de Pernambuco não ter representação dos trabalhadores na Câmara Federal. Na ocasião, o presidente da Central Única dos Trabalhadores/PE, Carlos Veras, informou que a CUT e outros segmentos do Movimento Sindical estão trabalhando em torno da unidade de uma candidatura a deputado federal no Estado. A plenária encaminhou que o MSTTR deve acompanhar a discussão desse tema, e amadurecer essa ideia, para, nessa mesma instancia, deliberar sobre o tema em momento futuro. 

Conjuntura 

A deliberação sobre o nome de Doriel ocorreu após análise de conjuntura feita pelo secretário de Finanças e Administração da Contag Aristides Santos, que focou, dentre outras questões, na crise motivada pelo momento político e econômico do País. Ele lembrou que o atual presidente da República não tem compromisso com os trabalhadores, mas com a elite brasileira. “Michel Temer não tem base política, mas o capital não precisa de base, precisa do Congresso Federal, precisa do Judiciário. Diante desse quadro, estamos sendo convocados a voltar para as bases. Vamos conversar com cada trabalhador para retomarmos as nossas lutas, pois os nossos direitos estão gravemente ameaçados”, alerta.
O dirigente ainda lembrou que o Movimento Sindical Rural é feito por lideranças, com credibilidade; e defende que é preciso agir, com inovação e criatividade. 

Eleições 2016 

Ainda na manhã desta terça-feira, foi apresentado o balanço das eleições 2016 em relação os/as candidatos/as em sintonia com o Movimento Sindical Rural. Foram eleitos quatro prefeitos, quatro vice-prefeitos/as e 33 vereadores/as. 
Na tarde, os/as delegados/as se dividiram em grupos para realizar a avaliação das ações gerais e específicas feitas pelo conjunto da Direção da Fetape e pelas Diretorias dos Grupos de Trabalho, com base nos Anais do 9º Congresso da Fetape e o Plano de Gestão. 
Nesta quarta, foi iniciada uma nova Plenária, em preparação ao 12º Congresso Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CNTTR) da Contag, que irá analisar e contribuir com o texto-base do CNTTR.

Ana Célia Floriano
Assessoria de Comunicação 

River Shopping divulga funcionamento em dezembro


No mês de dezembro, as lojas do River Shopping funcionam duas horas a mais aos domingos. Nos dias 4, 11 e 18, as lojas abrem das 14h às 22h; alimentação e lazer, das 12h às 22h; e o Hiper Bompreço das 8h às 21h. Nos dias 24 e 31 de dezembro, lojas, alimentação e lazer funcionam das 10h às 19h.
No dia 25 de dezembro, abrem apenas as operações de alimentação e lazer, das 12h às 20h. Já no dia 1º de janeiro, o Shopping estará fechado, funcionando apenas o cinema, das 14h às 20h.

Por Ivany Vilarim

Facape divulga resultado do processo de transferência e portador de diploma 2017.1


Confira a lista do resultado no arquivo abaixo.


Ascom Facape

Estudantes da região receberão prêmio por desempenho na 11ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep 2015)


A cerimônia de premiação dos medalhistas de prata e bronze da 11ª Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep 2015) será realizada nesta sexta-feira (2), às 14h, na Gerência Regional de Educação - Sertão do Médio São Francisco (GRE), em Petrolina (PE). Haverá também a entrega de menções honrosas aos participantes. A Obmep 2015 premiou 257 estudantes da Região PE02, composta por 25 municípios do sertão pernambucano. Entre os vencedores 27 são medalhistas, dos quais três de ouro, seis de prata e 18 de bronze. Nove estudantes premiados fazem parte do projeto de extensão “Descobrindo Talentos em Matemática”, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), dentre eles os três premiados com medalhas de ouro.
O evento contará com a presença de diretores e gestores de escolas que realizaram a prova, da gestora da GRE, Anete Ferraz Freire; do coordenador da Região PE02 da Obmep e professor da Univasf, Severino Cirino; e de um representante da Reitoria da Univasf. A GRE fica localizada na Av. Monsenhor Ângelo Sampaio, S/N, Areia Branca.
Os estudantes premiados com medalha de ouro, Júlio Cezar Coelho, do 7º ano da Escola Municipal Engenheiro Alfredo de Amorim Coelho, e Gerson Vinicius Rodrigues, do 9º ano do Colégio da Polícia Militar de Pernambuco (CPM-PE)/Anexo I, e os medalhistas de bronze Giovanna Francchine e Pedro Lucas Bezerra, ambos do CPM-PE, estiveram presentes à Reunião Ordinária do Conselho Universitário (Conuni) da Univasf, realizada na segunda-feira (28), quando foram apresentados pelo professor Cirino aos conselheiros da instituição.
A Cerimônia Nacional de Premiação dos medalhistas de ouro ocorreu no dia 7 de novembro no Rio de Janeiro (RJ). Além de Júlio Cezar Coelho e Gerson Vinicius Rodrigues, Wedson Gomes da Silva, do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual Joaquim André Cavalcanti, recebeu medalha de ouro. Todos os estudantes premiados com ouro são de Petrolina.
Também foram premiados nesta edição da Olimpíada Seis escolas, seis professores da Região e a Secretaria de Educação do Município de Terra Nova. A lista completa com os vencedores está disponível no site da Obmep 2015. Os medalhistas de ouro e outros vencedores receberam bolsas de iniciação científica do Programa de Iniciação Científica Junior (PIC), para realizar estudos durante o próximo ano.
O professor Severino Cirino, que coordena o projeto “Descobrindo Talentos em Matemática”, ressalta que a Olimpíada é importante para despertar nos estudantes o prazer de estudar Matemática, matéria que é vista por muitos como “um bicho de sete cabeças”. “Muitos estudantes fazem parte do projeto e percebemos uma melhora, não só na Obmep, mas em todo o rendimento escolar e no comportamento”, afirma.
Participaram da 11ª OBMEP aproximadamente 18 milhões de estudantes de todo o país. A Obmep é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), com recursos do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).
Descobrindo Talentos em Matemática - O projeto, criado em março de 2012, visa incentivar o estudo de Matemática e preparar os estudantes para a Obmep, oferecendo aulas gratuitas para alunos de escolas públicas. As aulas são realizadas na Univasf, Campus Petrolina Sede, aos sábados, das 8h30 às 11h30, no bloco de salas de aula. As inscrições deverão recomeçar em março de 2017. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail do Núcleo de Pesquisas e Ensino de Matemática (Nupemat) : nupemat@gmail.com.


Lucas Sobreira
Ascom Univasf

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Seca: a senadores nordestinos, presidente Temer garante recursos para obras estruturantes, como a transposição e revitalização do São Francisco


Brasília, 29/11/16 – Fernando Bezerra Coelho e mais 15 senadores nordestinos reuniram-se com o presidente Michel Temer, nesta tarde (29), com o objetivo de definirem soluções para o enfrentamento de uma das secas mais severas da história pela qual o Nordeste deverá passar, nos próximos meses. Durante o encontro, no Palácio do Planalto, Temer garantiu que o governo federal está empenhado para a garantia dos recursos destinados a obras estruturantes e voltadas a ampliar a produção de água na região. Entre elas, os programas de transposição e de revitalização do Rio São Francisco. 
Também participaram da reunião, os ministros da Integração Nacional, Helder Barbalho, e das Cidades, Bruno Araújo. “Tanto o presidente Michel Temer quanto os ministros demonstraram preocupação e muito empenho para que a nossa Região Nordeste atravesse mais esta seca com o total apoio do governo federal”, destaca Fernando Bezerra. O socialista pernambucano foi um dos principais articulares para a realização do encontro de hoje com Temer, que reuniu Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Armando Monteiro (PTB-PE), Benedito de Lira (PP-AL), Deca (PSDB-PB), Edison Lobão (PMDB-MA), Eduardo Amorim (PSC-SE), Elmano Ferrer (PTB-PI), Eunicio Oliveira (PMDB-CE), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), João Alberto Souza (PMDB-MA), José Agripino (DEM-RN), José Maranhão (PMDB-PB), Otto Alencar (PSD-BA), Roberto Muniz (PP-BA) e Tasso Jereissati (PSDB-CE).
TRANSPOSIÇÃO – De acordo com o ministro Helder Barbalho, o Eixo Leste da Transposição do São Francisco – no trecho entre os municípios de Custódia (PE) e Monteiro (PB) – está programado para ser inaugurado no próximo mês de março. Já o Eixo Norte, segundo Barbalho, deverá ser inaugurado em agosto do próximo ano.
Ao garantir a continuidade de obras hídricas estruturantes – como a Adutora do Agreste (PE), o Cinturão das Águas (CE), as Vertentes Litorâneas (PB) e o Canal do Sertão Alagoano (AL) – o presidente Michel Temer afirmou que os ministérios da Fazenda e de Minas e Energia já estão levantando as possibilidades financeiras para que o governo dê celeridade às ações de Revitalização da Bacia do Rio São Francisco. “O projeto, que abrange ações como a recuperação da mata ciliar do rio e a construção de barragens, deverá contar com mais R$ 7 bilhões no decorrer dos próximos dez anos, conforme previu o ministro Helder Barbalho (Integração)”, informa o senador Fernando Bezerra Coelho.

Ascom senador FBC

Divulgado gabarito preliminar de provas do Processo Seletivo 2017


O IF Sertão-PE divulgou, nesta terça-feira (29), o gabarito preliminar das provas do Processo Seletivo 2017 para os cursos técnicos nas modalidades Subsequente e Médio Integrado. Candidatos que desejam interpor recursos têm até 48h para acessar o sistema com login e senha e registrar o recurso. 
Clique aqui para acessar o gabarito preliminar e demais arquivos referentes ao Processo Seletivo 2017.

Por Luis Osete / Ascom