Liga Acadêmica de Bioquímica Clínica iniciará atividades amanhã (10) com Cerimônia de Abertura


A Liga Acadêmica de Bioquímica Clínica (Labiclin), vinculada ao Colegiado de Farmácia (CFARM) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), promoverá a sua primeira atividade amanhã (10). Será a Cerimônia de Abertura, que trará duas palestras sobre temas transversais à área de Farmácia e acontecerá às 19h, no auditório da biblioteca do Campus Sede da Univasf, em Petrolina (PE). A primeira abordará "O papel do farmacêutico nas análises clínicas" e será ministrada pelo professor do curso de Farmácia Tiago Ferreira da Silva Araújo, que também é coordenador da Labiclin. Em seguida, o docente do CFARM Rodrigo Feliciano do Carmo falará sobre “O papel da PNPLA3 na doença hepática gordurosa não alcóolica”.
De acordo com Hugo Matheus Barros, presidente da Labiclin e estudante do 3º período de Farmácia, as palestras, assim como as demais atividades que serão promovidas pela Liga, buscam trabalhar conteúdos complementares ao curso. “A gente pretende focar em alguns temas que não são muito vistos em sala de aula, pelo caráter generalista do curso de Farmácia. Também queremos que a Liga seja multidisciplinar”, afirma Barros.
A Labiclin começou a se formar no início deste ano, por iniciativa de seu atual presidente. Além de Barros, outros onze estudantes de Farmácia compõem a Liga. Esse número, porém, irá crescer, já que a equipe lançará, durante a Cerimônia de Abertura, o edital para seleção de oito novos membros. A seleção será aberta não apenas para estudantes de Farmácia, mas também de outros cursos da área de Saúde da Univasf.
Além da coordenação do professor Tiago Araújo, a Labiclin conta com a orientação de 14 professores da Univasf, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), do Centro Universitário DeVry Unifavip e do Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão). Também colaboram com a Liga um enfermeiro, um farmacêutico e dois biomédicos, profissionais importantes para o acompanhamento das atividades externas.
A Liga Acadêmica de Bioquímica Clínica pretende realizar diversas ações relacionadas à promoção e prevenção da saúde. Dentre essas atividades, estão o ensino aos estudantes secundaristas de escolas municipais e estaduais, a promoção e participação em campanhas sobre hanseníase, Aids, tuberculose e sobre doação de sangue e medula, bem como orientações em geral sobre saúde e eventos como minicursos, palestras e simpósios. Segundo Barros, a ideia é beneficiar tanto a comunidade interna quanto a externa, por meio dessas discussões e atividades.
Ascom Univasf

0 comentários :

Postar um comentário