Inverno combina com cerveja


Com a chegada do inverno, os dias ficam mais curtos e as temperaturas mais baixas, e os nossos corpos pedem comidas e bebidas que combinem com o clima. A estação pede bebidas mais encorpadas e, quem acha que só existe espaço para chocolate quente, café e vinho, se engana.
As cervejas conquistaram o público brasileiro e as gôndolas dos supermercados e, hoje, podem ser encontradas em prateleiras de todo o país o ano todo. Com rótulos diferenciados, teor alcoólico mais elevado e sabores e aromas mais intensos que promovem a sensação de aquecimento, o fato é que as cervejas fortes já estão na lista das bebidas preferidas do consumidor nos dias mais frios.
Hoje já existem opções no mercado para atender aos mais variados paladares e todos os bolsos e não é mais preciso ir a lugares especializados em cervejas artesanais para encontrar produtos diferenciados. Tanta variedade facilitou a vida do cliente, mas que continua exigente e não abre mão de uma boa bebida e de qualidade. E é neste quesito que as cervejas fortes se diferenciam por serem produzidas com puro malte tendo um sabor marcante e original.
Outra característica importante das cervejas para o inverno é que são muito versáteis e harmonizam com qualquer tipo de comida desde fondues e massas até feijoada e sopas.
As cervejas já tinham conquistado a atenção do consumidor brasileiro nos meses mais frios do ano há algum tempo. Segundo uma pesquisa divulgada pelo IBOPE (2013), ela é citada por 49% da população, com 55% da preferência do público masculino e este número só tende a crescer com as novas opções disponíveis no mercado das cervejas fortes. Esse é o caso da Cerveja Proibida, que possuem dois produtos na família Proibida Puro Malte:

  • Proibida Puro Malte Forte - tem um sabor muito marcante e teor alcoólico levemente mais elevado, entre 6,5%.  Ela é produzida com o mais puro malte, porém em doses mais elevadas para reforçar seu sabor.  A presença do lúpulo também é incrementada, fortalecendo o traço de amargor típico das cervejas.  A fermentação do mosto com mais matéria prima resulta em um teor alcoólico ligeiramente mais alto, que combina com uma espuma muito cremosa, ela mantém a coloração da versão Extra, assim como seu aroma.  A diferença é no paladar, mais amargo e marcante. Uma excelente opção para os dias mais frios.


  • Proibida Puro Malte - Produzida com 100% de malte e lúpulos importados, o que lhe assegura um sabor equilibrado e sofisticado. Seu sabor é seco e com final bem definido (crisp) com baixos níveis de dulçor de cereais ou malte. O sabor de lúpulo é suave e seu amargor é de baixo a médio. O equilíbrio pode variar de levemente maltosa até levemente amarga, mas é relativamente muito perto do centro. Sem diacetil. O aroma de malte de baixo a médio que pode lembrar cereais e de lúpulo também pode variar de baixo até médio-baixo, com notas florais ou de especiarias. Baixos níveis de características da levedura (maçã verde, DMS ou frutado). Ela ainda tem sua coloração acobreada e colarinho branco bem espumante. É uma cerveja refrescante e que mata a sede, apesar de ser mais encorpada.
Rita Silva 
AViV Comunicação

0 comentários :

Postar um comentário