Salgueiro arrastou uma multidão na abertura do São João Cultural


A Casa do Sanfoneiro, que teve seu espaço ampliado para receber o público, ficou pequena diante da quantidade de pessoas que prestigiaram a abertura do São João cultural de Salgueiro, nesta sexta-feira (23). O prefeito Clebel Cordeiro, acompanhado da primeira-dama, Gilvonete Vidal, do vice-prefeito Dr. Chico Sampaio e do representante do Ministério da Integração, Luiz de Gard, declarou aberto oficialmente o São João de Salgueiro.


Antes da abertura oficial, foi encenada a peça “Salgueiro, uma cidade nascida da fé”, do grupo de teatro popular de Salgueiro, que mostrou aos turistas e aos filhos da terra, como foi criado o município de Salgueiro.


“É um imenso prazer ver o povo nordestino dançando suas origens. Quando eu morava na capital, meu sonho era vir para o interior para ver zabumba, sanfona e triangulo e hoje, o que vemos pelo Brasil, é todo mundo querendo ouvir sertanejos e Salgueiro vai mostrar a partir de agora como deve ser a cultura nordestina”, destacou o prefeito. O sanfoneiro Expedito Ferrugem, que por conta de um problema de saúde, há três anos não tocava sua sanfona de oito baixos, subiu ao palco e abriu oficialmente os festejos juninos. Tonho da Mutuca da mutuca não deixou ninguém parado. “É sempre um prazer tocar no São João de Salgueiro e na abertura a emoção é maior”, disse o forrozeiro. A noite ainda contou com as apresentações de Ivanildo do acordeon e Herinho Monteiro.
“Há alguns anos que passamos o São João em Salgueiro, e a cada ano só melhora. São João é isso, cultura os nordestinos da terra tem que ser valorizados”, disse Lúcia Maria de Oliveira, professora da cidade de Serra Talhada.
De forma inovadora a Prefeitura de Salgueiro, colocou a disposição logo na entrada da casa do sanfoneiro, os valores gastos com cada artista contratado para tocar no São João de do município. “Isso sim é transparência, todos os governos deveriam fazer isso, mostrar à população quanto se está gastando nas festas. Nunca se viu isso em Salgueiro antes, isso que é um governo transparente”, ressaltou Maria Eduarda Guedes, estudante.
A festa continua hoje, com apresentações de Nego do Mestre, João Claudio e Rafael Simião, a partir das 21h. A tradição nordestina se encontra aqui.

Ascom PMS

0 comentários :

Postar um comentário