No dia de São João, tradição das festas juninas anima Salgueiro


Luz, brilho, luxo, irreverência, alegria, emoção e tradição. Estes foram os ingredientes da segunda noite do São João Cultural de Salgueiro. A Casa do Sanfoneiro ficou pequena neste sábado (24), para o tamanho e empolgação do público que prestigiou a apresentação da quadrilha junina nação sanfonear, que apresentou ao público o espetáculo “Bem Me Quer Mal Me Quer” e abriu as apresentações da noite.
Gabrielle Louise viu pela primeira vez uma apresentação de quadrilha junina. “Moro em Recife há três anos, e nunca tinha visto pessoalmente um espetáculo desses. É de arrepiar! Mandei vários vídeos para os meus familiares e amigos, eles precisam conhecer este espetáculo de muita beleza e emoção. Ano que vem eu venho de novo”, disse.
Logo após a apresentação da quadrilha junina o autêntico forró animou os presentes. A noite contou com as apresentações de Nego do Mestre, João Cláudio e Rafael Simião.
Para o supervisor comercial, Romero Fortunato, a cada ano o São João, de Salgueiro está melhor. “A estrutura está muito boa às apresentações foram escolhidas a dedo, está perfeito. Os envolvidos por organizar esta festa estão de parabéns. São João é isso, valorizar a nossa cultura. Nunca tinha visto apresentação de quadrilha no polo junino de Salgueiro e este ano teve. Espero que ano que vem a prefeitura mantenha a chama da cultura acessa e mantenha as nossas tradições”, destacou.
A noite deste domingo será animada por Zé Galvão, Juliano do Mestre e Epitácio Pessoa, a partir das 21h.

Ascom PMS

0 comentários :

Postar um comentário