domingo, 22 de julho de 2018

IF Sertão-PE retifica edital PipBEX de extensão em Direitos Humanos, Arte e Cultura


A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proext) do IF Sertão-PE divulgou nesta sexta-feira (10), a retificação nº 03 do Edital n° 32/2018, referente às inscrições para o Programa Institucional de Projetos de Extensão (PIpBEX) - Direitos Humanos, Arte e Cultura. A nova retificação altera os itens a serem avaliados no currículo do orientador e o cronograma do edital.
De acordo com o documento, a data de publicação do resultado parcial será no dia 24/07. 

Acesse aqui a Retificação nº 03 e outras informações do Edital nº 32/2018. 

Escrito por Maisa Boa Morte / ASCOM

Curso de marketing digital com foco nos pequenos negócios é ofertado pelo campus Petrolin


O campus Petrolina do IF Sertão-PE estará com inscrições abertas no período de 20 a 01 de agosto para o Curso Livre de Extensão: “Engênios Digitais: Redes Sociais para Pequenos Negócios”.  O curso, com carga horária de 16h, é destinado a jovens e adultos que desejam  potencializar o alcance e interatividade com seus clientes, através da utilização das mídias sociais, como ferramenta de comunicação e marketing, para  desenvolvimento de  pequenos negócios.
A participação no curso permitirá ao aluno  conhecer as principais mídias sociais e suas aplicações para aumentar a visibilidade do negócio,assim como, compreender as vantagens do marketing digital através de utilização segura das redes sociais, colocando em prática a ética profissional na divulgação de um produto ou negócio.
As inscrições são gratuitas, e, no total, serão disponibilizadas 24 vagas para pessoas que tenham, no mínimo, Ensino Fundamental Completo. AS vagas serão preenchidas automaticamente pela ordem de inscrição. A primeira turma iniciará no dia 04 de agosto e terminará no dia 06 de outubro, e a segunda, no dia 20 de outubro, com término previsto para o dia 01 de dezembro. As aulas acontecerão somente aos sábados, no horário de 08h30 as 10h30.
O curso livre de extensão trata-se de uma capacitação com curta duração e pode atender a público variado, de acordo com seu projeto pedagógico. Todos os participantes, ao final do curso, receberão certificados que serão disponibilizados de forma online. A lista dos alunos selecionados será publicada no dia 02 de agosto.

Clique aqui e acesse o formulário de inscrição.

Escrito por Lucas Augusto / ASCOM

Campus Petrolina realiza reunião de pais e mestres


O campus Petrolina do IF Sertão-PE convida pais e responsáveis dos alunos do médio integrado para reunião, que acontecerá no dia 03 de agosto, às 19h, no Auditório Central. 
Com objetivo de apresentar os resultados neste período inicial, os participantes dialogarão e  participarão de palestra. O momento é importante, pois fortalece a relação dos profissionais de educação (professores, pedagogos, técnicos em assuntos educacionais) com os responsáveis dos estudantes.

Escrito por Lucas Augusto / ASCOM

Curso de boas práticas em tecnologia da informação é ofertado pelo campus Petrolina


Entre os dias 18 e 01 de agosto, estarão abertas as inscrições para o curso livre de extensão “Tecnologia da informação: Práticas de bom uso e segurança digital”. Com carga horária de 19h, a capacitação destina-se a pessoas com, no mínimo, nível fundamental completo, e tem  como objetivo qualificar os interessados no uso de ferramentas de informática no seu cotidiano, abordando práticas de bom uso do computador e segurança digital. No total, 30 vagas são ofertadas e serão preenchidas automaticamente pela ordem de inscrição.
A primeira turma iniciará no dia 04 de agosto e terminará no dia 29 de setembro, já a segunda turma será realizada entre os dias 06 de outubro e 24 de novembro. As aulas acontecerão somente aos sábados, no horário das 14h às 16h30.
Durante o curso, os alunos irão conhecer o computador, sistema operacional, instalar programas com segurança, remover anúncios mal-intencionados no navegador, remover extensões indesejadas e utilizar extensões seguras, evitar invasões e ataques ao computador, evitar golpes e fraudes no ambiente virtual, identificar notícias falsas e confirmar suas fontes, bem como utilizar as redes sociais de forma segura.
O curso livre de extensão trata-se de uma capacitação com curta duração e pode atender a público variado, de acordo com seu projeto pedagógico. Todos os participantes, ao final do curso, receberão certificados que serão disponibilizados de forma online.

A lista dos alunos selecionados será publicada no dia 02 de agosto.

Clique aqui e preencha o formulário de inscrição:

Escrito por Lucas Augusto / ASCOM

Divulgado resultado da primeira etapa de seleção para intercâmbio na Guiana Francesa


A Coordenação de Extensão do campus Salgueiro do IF Sertão-PE divulgou, nesta sexta-feira (20), o resultado da primeira etapa da seleção para  intercâmbio na Guiana Francesa.
Os alunos selecionados receberão por e-mail a convocação para entrevista, que será realizada na próxima segunda-feira (23). 
A Pró-reitoria de Extensão e Cultura, através da Coordenação de Assuntos Internacionais, firmou um acordo de cooperação com o Ministério da Educação da Guiana Francesa para realização de atividades junto ao Instituto Melkior, situado na capital guianesa, Caiena. O intercâmbio será realizado entre os dias 22 de setembro e 7 de outubro de 2018. Está sendo disponibilizada uma vaga a ser preenchida por estudante do curso técnico em Agropecuária (Ensino Médio Integrado ou Subsequente) ou do curso superior Tecnologia em Alimentos.

Clique aqui para conferir a relação dos alunos selecionados na primeira etapa.

Escrito por Ines Guimaraes / ASCOM

FTC abre inscrições para o processo seletivo 2018.2

Vestibular tradicional ou agendado e uso da nota do Enem estão entre as formas de ingresso. As inscrições são gratuitas


As inscrições para o processo seletivo da Faculdade de Tecnologia e Ciências já começaram e quem pretende ingressar no Ensino Superior, ainda neste semestre, pode aproveitar as formas de ingresso disponibilizadas pela Instituição. Vestibular tradicional, agendado, transferência externa, segunda graduação e o uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são algumas das opções.
A prova tradicional será realizada no dia 22 de julho nas unidades de Petrolina, Juazeiro, Feira de Santana, Itabuna e Jequié. Nos campus de Vitória da Conquista o processo acontece no dia 20 e em São Paulo, no dia 21. Já a avaliação agendada pode ser realizada de segunda a sexta, de 8h às 18h, e aos sábados de 8h às 12h, nas unidades da Instituição. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 24 horas antes da realização do exame, pelo site (vestibular.ftc.br) ou presencialmente nas unidades da Rede FTC.
Para quem pretende utilizar o Exame Nacional do Ensino Médio como forma de ingresso, a novidade esse ano é a possibilidade de utilização da nota do exame a partir de 2010. As outras opções são Transferência Externa, para quem já está cursando o ensino superior, mas quer estudar na FTC, e Segunda Graduação, para aqueles que já são diplomados. Os candidatos que se enquadrarem nestas duas opções podem aproveitar disciplinas com conteúdo similar ao que já foi cursado.

FIES

As facilidades de acesso também estão contempladas nas condições financeiras. O candidato aprovado pode obter até 50% de desconto nos cursos oferecidos pela Instituição com garantia da condição de pagamento até a conclusão da graduação. Há ainda a utilização do Financiamento Estudantil (FIES) que está com inscrições abertas, segundo o Ministério da Educação (MEC), até dia 22/07 (domingo), através do site fies.mec.gov.br.

Sobre a Rede FTC

A FTC é uma rede com mais de 18 anos de experiência educacional voltada para formação de profissionais colaborativos, inovadores, empreendedores, e conscientes do seu papel social. Além das unidades em Salvador (Paralela e Comércio), a Rede também atua em diversas cidades do Brasil, como Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna, Jequié, Juazeiro (BA), São Paulo (SP) e Petrolina (PE), com mais de 30 cursos de graduação em todas as áreas de conhecimento e mais de 25 mil alunos. O portfólio educacional da Rede FTC ainda comporta o Centro de Idiomas THINK, com seis unidades em cidades na Bahia e em Pernambuco, e o Sistema de Ensino Plural, adotado em diversas escolas do país.

Chacina da Candelária 25 anos: lembramos dessa história para que ela não se repita

No dia 23 de julho de 1993, policiais fora de serviço mataram oito crianças e jovens em situação de rua no entorno da Igreja da Candelária, no centro do Rio de Janeiro. O caso que ficou conhecidocomo Chacina da Candelária ganhou repercussão internacional. No mês seguinte, um grupo de extermínio, também formado por policiais, assassinou 21 pessoas em Vigário Geral, favela da Zona Norte da cidade. Essas chacinas, assim como a Chacina de Acari em 1990, contribuíram para estabelecer a reputação da polícia do Rio de Janeiro como uma das mais violentas do mundo.
Na época, a Anistia Internacional denunciou as violações em relatórios e campanhas e se juntou ao movimento de familiares na mobilização por justiça. Hoje, após 25 anos, policiais e outros agentes do estado ainda atuam de forma organizada através de grupos de extermínio e milícia, sendo um dos principais responsáveis pela extrema violência do Rio de Janeiro. Segundo diversas pesquisas, estes grupos passaram a ter um projeto político e seus membros a ocupar cargos públicos no aparato estatal para interesses próprios, ampliando ainda mais seu poder.
Os anos 90 também foram marcados pela alta letalidade das operações policiais. No relatório "Rio de Janeiro 2003: Candelária e Vigário Geral 10 anos depois", a Anistia Internacional alertou sobre o crescente número de pessoas mortas por policiais em serviço, em sua maioria negros e moradores de favela.
"A letalidade da polícia era estimulada por políticas como a chamada 'gratificação faroeste', espécie de prêmio financeiro por bravura que era medido inclusive pelo número de pessoas mortas, e por declarações públicas de autoridades que contribuíam para naturalizar as execuções extrajudiciais. Ao invés de orientar a polícia para proteger e preservar a vida, o estado reforçou o entendimento de que o papel da polícia era matar. Algo que perdura até os dias de hoje", afirma Jurema Werneck, diretora executiva da Anistia Internacional.
A Chacina da Candelária trouxe à tona ainda o debate sobre a numerosa população de crianças e adolescentes em situação de rua. Três anos antes, em 1990, o Brasil aprovava o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), um dos mais importantes avanços do marco legal regulatório dos direitos humanos. Desde então, apesar do avanço no marco legal, ainda há uma enorme lacuna na sua implementação pelo Estado.

Movimento de mães de familiares de vítimas da violência policial

Em reação à enorme violência dos agentes do estado, surgiu um forte movimento, o de mães e familiares de vítimas da violência policial. Organizadas no luto e na busca por justiça das três marcantes chacinas da primeira metade da década de 1990, os grupos ganharam força nos anos 2000 ampliando as redes de suporte e solidariedade.
O acolhimento entre as mães, o acompanhamento detalhado dos casos e a pressão por justiça as tornaram agentes fundamentais na mobilização por uma segurança pública que respeite direitos humanos. São mães que se caminham juntas para que a violência que ceifou a vida de seus filhos não alcance outras famílias. O movimento também denuncia o caráter estrutural e racista da atuação das forças de segurança do estado, que tem como consequência o extermínio da juventude, especialmente negra, de favelas e periferias.
Assim, este tema, que em geral é tratado com indiferença na agenda pública nacional, ganha visibilidade. Ao promover debates, marchas e atos públicos as mães e familiares de vítimas demonstram com fatos e relatos pessoais a urgência de uma nova política de segurança pública que valorize a vida.
"Todos os anos, acontecem mobilizações para lembrar a Chacina da Candelária. É fundamental que toda a sociedade se mobilize ao lado das redes de mães e familiares de vítimas da violência para romper com a lógica de guerra que pauta as políticas de segurança pública e que resulta no extermínio da juventude negra brasileira", conclui Werneck.

Serviço

O quê: Atividades do movimento Candelária Nunca Mais! nos 25 anos da Chacina da Candelária
Onde: Igreja da Candelária
Quando: Segunda, 23 de julho de 2018, a partir das 10:00
10:00 Missa e Ato Inter-religioso (Igreja da Candelária)
12:00 Caminhada em Defesa da Vida (Av. Presidente Vargas em direção à Cinelândia)
13:00 Ato Público e Cultural (Cinelândia)

Porta-voz presente: Jurema Werneck, diretora executiva da Anistia Internacional Brasil, mães e familiares de vítimas e integrantes do movimento Candelária Nunca Mais!

Renato Cosentino
Assessoria de Comunicação Anistia Internacional